“Sustainable Fashion”: quando a moda é realmente sustentável

Como todos os anos, setembro acolheu as semanas de moda mais importantes em Nova Iorque, Londres, Milão e Paris. A indústria da moda demonstra mais uma vez ser uma força motriz para a economia mundial, sendo certamente um fator positivo. No entanto, não podemos esquecer que se trata também da segunda indústria mais poluente do mundo.

É por isso que está cada vez mais na moda – perdoa-me o jogo de palavras! – para fazer parecer sustentáveis estas iniciativas quando elas absolutamente não o são, mas respondem a meras necessidades de “marketing” (ver abaixo: greenwashing).

Como pode o sistema de moda, em vez disso, dar um sinal tangível no sentido de uma maior consciência ambiental?

Felizmente, há marcas internacionais que fizeram da sustentabilidade ambiental um objetivo concreto, em linha com a Agenda 2030 das Nações Unidas e os seus 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.

Neste artigo recolhemos algumas delas.

Província

A partir de uma ideia da designer Serena Novello, a marca inspira-se na província do Veneto onde nasceu e da qual tira o seu nome. O conceito de desperdício não existe para a Provincia: cada peça de vestuário é única sendo confecionada à mão a partir de tecidos e fios reciclados, dando assim um novo valor aos materiais. Mesmo os belos acessórios são feitos de vidro reciclado da fábrica de vidro de Murano (VE).

Zerobarracento

Chama-se “The Intimacy of Layering” e é a nova coleção outono-inverno da Zerobarracento, onde cada elemento é criado numa filosofia de Zero – Resíduos. De facto, a técnica de desenho utilizada elimina o desperdício têxtil: todos os modelos da linha são desenvolvidos a partir de um “puzzle” de formas geométricas lineares que são depois drapeadas, dando origem a criações únicas de grande impacto estético em que nada é desperdiçado. A investigação de materiais está na base de cada processo de fabrico: desde a lã reciclada da Manteco, obtida graças a uma reciclagem mecânica de baixo impacto de peças de vestuário pré e pós-consumo, ao baby Camel reciclado da Re.VerSo, todo certificado GRS – Global Recycle Standard. 

Sea Beyond do Grupo Prada

SEA BEYOND, promovido pelo Grupo Prada e pela Comissão Oceanográfica Intergovernamental da UNESCO (COI), é um programa educativo destinado a uma rede de escolas secundárias em todo o mundo para educar sobre a proteção do mar.

O projeto foi apoiado pelas receitas das vendas da coleção Prada Re-Nylon, a linha de produtos de náilon regenerado lançada em 2019. Graças ao Sea Beyond, o Grupo Prada sublinha o seu compromisso com escolhas ambientalmente conscientes.

Recordemos também que as Nações Unidas declararam 2021-2030 como a “Década das Ciências Marinhas para o Desenvolvimento Sustentável”: dez anos dedicados ao oceano e à proteção do mar e da saúde dele, visando construir um programa comum de investigação e inovação tecnológica em torno do qual mobilizar a comunidade científica, os governos, o setor privado e a sociedade civil para um oceano mais limpo e mais saudável. E o Grupo Prada está precisamente entre os signatários do Manifesto da Década do Mar em Itália.

Sustainable Fashion Awards 2022

Os Sustainable Fashion Awards 2022, um evento que celebra a alta costura sustentável e recompensa o empenho e as realizações de algumas das grandes casas de moda do mundo, acabam de se realizar.

Um aspeto de destaque para a atribuição dos prémios foi a poupança de energia, que é hoje um tema importante.

Para além do mencionado Grupo Prada, os Prémios distinguidos entre outros: Giorgio Armani (The Visionary Award), Oasi Zegna (The Biodiversity Conservation Award), Fundação OTB (The Philanthropy & Society Award) e La Soledad x Gucci (The Climate Action Award).

App Good on You

Uma plataforma de classificação para a moda, onde o processo de produção de vestuário de muitas marcas pode ser monitorizado de uma forma simples, intuitiva e rápida.

A aplicação Good on You constitui uma verdadeira enciclopédia de marcas de vestuário em constante expansão, classificando-as de 1 a 5 de acordo com a sustentabilidade real de cada uma delas. O catálogo inclui mais de 3000 marcas, analisadas com base em três aspetos importantes:

  • impacto ambiental;
  • operadores de toda a cadeia de produção;
  • impacto nos animais.

Esta é também uma boa forma de ajudar os consumidores a fazer escolhas mais conscientes e atentas às possíveis consequências para o ambiente. Porque todos nós somos chamados a fazer a nossa parte, todos os dias!

Se quiseres aprofundar este assunto, podes encontrar aqui o nosso artigo sobre moda sustentável graças à reciclagem de plásticos (em inglês).